Cabelos cacheados x Salões de beleza

Oi, gente, tudo bem?

Na última sexta-feira, eu fui aparar as pontas dos meus cabelos. Um procedimento que faço a cada dois meses. Aí, me lembrei de um assunto que estava para conversar com vocês aqui há tempos. Mas antes, uma introdução (rs).

Eu não conheço nenhuma mulher que não goste de cortar os cabelos para levantar o astral, marcar uma mudança na vida ou que mantém a rotina de cuidados aparando as pontas. E toda vez que essa mulher vai ao salão, ela gosta de sair prontíssima para abalar. Certo? Então, as cacheadas também gostam dessa sensação. No entanto, a grande maioria dos salões de beleza não está preparada para atender esse público.

Eu tenho 31 anos. E todas as vezes que fui ao salão de beleza para cortar ou pintar, eu NUNCA sai de lá em cabelos prontos. Quando eu digo prontos quero dizer com os fios secos e definidos. Isso sempre me incomodou. Mas, por que isso acontece?

1525371_467088640079289_1460589005_n
Foto: Raysa Monteiro

Eu nasci e moro no Brasil, um país onde a grande maioria das mulheres têm cabelos cacheados, crespos. Enfim, afros. Então, por que os salões não olham por nós? Será que é porque estamos na “era” da chapinha? Ou falta qualificação dos profissionais? Porque público tem. Em questão de corte nem reclamo, porque estou muito satisfeita com a pessoa que cuida dos meus cachos. A questão é o pós-corte ou após qualquer procedimento que molhe os fios.

Nos salões que já frequentei, nem difusor eles têm. Oi? Então, eu só posso secar os cabelos se eu quiser fios lisos? Por que, gente? Mas antes de secar com difusor, vem a questão da finalização. Eu tenho o maior cuidado em casa para finalizar, passo produtos mecha por mecha, na quantidade que meus fios pedem, para obter um resultado bonito. Mas no salão, os profissionais sempre colocaram um pingo de produto que nunca definiram os meus cachos. Às vezes nem sei se esse produto é para os cachos em si.

O que sempre acontece comigo é que, quando saio do salão com os fios úmidos, corro para casa para lavar de novo, finalizar e secar como gosto ou prendo logo o cabelo para ninguém ver. Se coloquem no meu lugar. Não é legal, né? Quem sabe um dia eu chegarei a um salão que vai me oferecer a finalização e secagem que meus cachos merecem e estão acostumados em casa. Me deixaria super feliz.

Bom, essa é a minha experiência de vida. O que vocês acharam? Eu fiz esse post porque quero trocar experiências. Gostaria de escutar vocês. Comentem aí. 🙂

Beijos, beijos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

13 thoughts on “Cabelos cacheados x Salões de beleza

  1. Totalmente solidária com todas vocÊs!! Me sinto exatamente como vocês todas descrevem aqui nos comentários, é totalmente frustrante!

    Gabi Vasconcelos Reply:

    Ruim, né? :/ Mas um dia, quem sabe, isso muda? Beijos

  2. Oi Gabi.. viu que te “taguiei” em um vídeo? hehehe ai guria, passo pelo mesmo problema. Na minha cidade, Joinville, tem um salão especializado em cacheadas, mas aqui em Porto Alegre não tem.. e ir para Joinville, que fica há 600km de Porto, só para cortar o cabelo, não dá. Bjão e to adorando seu blog e o canal.

    Gabi Vasconcelos Reply:

    Oi, Camila.

    Acabei de ver. Adorei! Obrigada pelo seu carinho. Um dia vou visitar o Sul e vamos juntas nesse salão em Joinville…kkkkkkkk..

    Bjs,

  3. Passo pelo mesmo problema!! :/
    Queria ir à um salão especializado em cabelos crespos/cacheados, mas até onde pesquisei na minha cidade (Recife – PE), não tem! Me sinto super insegura em fazer qualquer coisa em salão e principalmente cortar os cabelos!! Outra coisa que me estressa são as pessoas que vêm logo com aqueles questionamentos: “Você não quer alisar seus cabelos por que? Cabelo cacheado dá muito trabalho, cabelo liso são muito mais práticos e mais arrumados” Ai que saco!!!!

    Gabi Vasconcelos Reply:

    Cecília, acho que se alguém chegar para mim e perguntar se quero alisar, vou bater….rsrsrs.

  4. Sim, tenho cachos, e nunca consegui sair de um salão com o cabelo seco. Sei que o assunto agora aqui ñ seria sobre hidratar os cachos, mais se alguém puder me tirar esta dúvida: é que pesquisando na net vi que fazer botox no cabelo cacheado vai hidratar muito e ñ vai alisar, será que só hidrata mesmo, eu ñ quero tirar meus cachos. Obrigada

    Gabi Vasconcelos Reply:

    Oi, Michele.

    Não sei te responder sobre o botox. Nunca fiz. Vou tentar pesquisar também. Bjs.

  5. Eu passei por duas situações em dois salões diferentes. Num eu fui cortar as pontas e a moça me olhou com cara de espanto e disse que não sabia cortar cabelo crespo. No outro eu fui fazer uma hidratação e a moça disse que naquele dia quem fazia hidratação tinha direito a fazer escova e chapinha sem custo adicional, quando eu disse que não queria preferia meu cachos todos me olharam como se eu tivesse cometido um crime. Vida de crespa não é fácil. Bjos Gabi 😀

    Gabi Vasconcelos Reply:

    Caramba, Luciana! Triste ter que lidar com essa situação, né? A minha vontade é mudar de profissão e abrir um salão dos meus sonhos…rsrsrs. Beijos

  6. Compartilho do mesmo drama Gabi. A verdade é que os profissionais não querem ter trabalho com os cabelos cacheados/crespos/enrolados e afins. Já trabalhei para uma grande Rede de salões e vi de perto o que eles pensam sobre o assunto. Realmente é frustrante não poder sair com os cabelos devidamente arrumados do salão. Muitos lugares classificam “secar” como “escovar” e paga-se a parte por serviço. Além disso, embora o cabelo afro seja da maior parte da população, os profissionais não se qualificam para lidar com este tipo de cabelo, como falei, pois é visto como trabalhoso (ou seja, mais tempo em um serviço é menos dinheiro que se ganha) e não é valorizado (tanto a cliente qto o cabelo. Isto é, sinônimo de pobreza. Afinal, quem nunca teve o profissional te olhando de cima a baixo antes de dar o orçamento?) Até a Rede de salões para cabelos afros tem esta dificuldade, pois mesmo com a variação de produtos específicos e profissionais, você ainda sai com os cabelos molhados, caso não queira pagar pelo serviço de secagem (que na minha opinião deveria ser incluso em qualquer serviço, sendo opcional). Sobre a quantidade de creme sem enxágüe utilizado, claro que não são específicos para nossa estrutura de cabelo. Normalmente são leave-in’s para o tipo de cabelo no máximo. Fino ou grosso. E só. Colocam aquela quantidade famosa de uma “moeda” espalham tudo e voilá! Pegue se bilhete único e seja feliz! Kkkk Já nesse salão específico fazem um trabalho bom de mexa a mexa, mas enchem de creme, que o cabelo fica duro! Acho que algumas profissionais ainda não conseguem diferenciar cada tipo de cabelo (mais crespo, menos crespo, enrolado…) e sua necessidade, então fazem tudo mecanicamente. Na dúvida, põe creme! O que eu sei é que cada visita ao salão, seja ele qual for, é necessário muito amor no coração para agüentar a falta de senso de alguns profissionais. Toda visita é um flash! Kkk beijos Gabi.

    Gabi Vasconcelos Reply:

    Eu prefiro não pensar muito nessa questão de que os profissionais não cuidam dos nossos cabelos por “dar trabalho demais”, porque me irritaria muito. E fazer a progressiva é super fácil, né? Enfim…continuamos na luta. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *